Historias

quarta-feira, 14 de maio de 2014

PS. Eu Te Amo - Capitulo 5

Demetria abaixou o bilhete. protegê-la. Isso parecia irônico, comparado ao que ela já havia passado. Teve ganas de se encolher e dormir novamente, mas precisava ser forte. Ela se levantou, esquecendo-se de tirar a aliança novamente. Lhe doera muito remove-la da primeira vez, era como se fosse um pedaço de si. Ela avançou pelo quarto, levando a rosa na mão. Abriu a porta; estava destrancada. Ela observou, procurando algum sinal de arrombamento, mas a fechadura estava intacta. Ela revirou os olhos. Então a campainha tocou.

Demetria: Já vou. – Murmurou, caminhando pelo corredor. Insistiram persistentemente. – Calma. – Pediu. Sua cabeça latejava. A campainha continuava, furiosamente – JÁ VAI!

Demetria abriu a porta pronta pra dar um chega-pra-lá em quem fosse, mas era Selena. Ela suspirou, e deu espaço pra amiga entrar.

Selena: Sabe que eu passei a noite inteira em cólicas?! – Perguntou, histérica. Demetria viu ela tirar o casaco, largando-o no sofá, como sempre – Eu liguei várias vezes, e você não atendeu, não retornou! Demi! – Chamou, exasperada.

Demetria ouviu Selena protestar enquanto andava pelo corredor. Levou a amiga ao seu closet. Arrastou a porta com força, revelando as coisas de Joseph. Selena se calou, exasperada. O perfume de Joseph atingiu Demetria em um golpe impiedoso, mas ela ignorou.

Selena: O que... o que significa isso?

Demetria: Ele voltou. – Disse, percebendo a rouquidão em sua voz. Não lhe fazia bem gritar.


Selena: Como voltou? Você...? – Ela olhou, assustada, a aliança na mão de Demetria. Parecia alguém sendo levada no corredor da morte.

Demetria: Não! – Alertou, e viu Selena respirar fundo – Ele simplesmente estava aqui ontem a noite. Tentou me seduzir. – Disse, rindo consigo mesma.

Selena: Ah, Demi! – Gemeu, solidária – Foi pra cama com ele?

Demetria: Não fui. Eu fugi. Mandei que fosse para o inferno, gritei, e depois me tranquei no quarto de hospedes. Acordei com isso essa manhã. – Ela ergueu a mão esquerda, mostrando o cartão e a rosa.

Demetria viu Selena pegar o cartão e ler, incréSela. Como Joseph podia agir assim? Ela viu Selena, ainda tremula, devolver-lhe o cartão.

Selena: O que vai fazer? – Perguntou, assim que conseguiu achar sua voz.

Demetria: Colocá-lo pra fora assim que ele voltar. – Disse, simples.

Selena: Você não pode. A casa é tanto dele quanto sua. – Lembrou.

Demetria: Ele sabe disso. – Murmurou, irritada – Ou sai ele, ou saio eu.

Selena: Meu apartamento. Venha comigo. Fique lá o tempo que precisar. – Ofereceu, prontamente.

Demetria: Foi meu plano ontem a noite, ir pra lá. Mas ele me interceptou. Resolvi acabar isso de uma vez. Não se pode fugir dele, Sel. Se eu for, ele vai atrás de mim. – Era a mais pura verdade.

Selena pareceu refletir, e decidiu não discutir. Ela suspirou, passando a mão no rosto.

Selena: Preciso ir. – Disse, pesarosa.

Demetria: Já? – Perguntou, exasperada. Selena costumava se demorar.

Selena: Demi, se ele está aqui, e se ele vai voltar logo... – Ela lembrou do bilhete – Não quero vê-lo. Não quero estar aqui quando chegar. Por favor, me entenda. – Implorou, aflita.

Demetria assentiu, e sorriu de canto. Ela própria fugiria, se pudesse.

Demetria: Vou acabar com isso logo. – Prometeu – E você vai poder viver aqui dentro novamente. – Selena sorriu. – Eu até já sei um modo.

Ou assim Demetria pensava.


Próximo capitulo..... 

Obrigadaaaa Meninasss pelos cometários vocês sao maravilhosasss !! Calma muita coisa vai rolar nessa fic e vocês vão entender olado do Joe !! Bjosss 

6 comentários:

  1. Hum sei não essa selena ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. entao n foi so eu q sentiu um clima estranho

      Excluir
  2. Eu leio essa fic desde o começo e eu amo muito essa fic.
    A Selena sei lá hein acho que ela é que é a amiga fura olho! Sei lá só acho. Faz uma maratona =)
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir