Historias

sexta-feira, 16 de maio de 2014

PS. Eu Te Amo - Capitulo 7

Outro dia de verão,
Que vem e vai embora.
Em Paris ou Roma,
Mas eu quero ir pra casa ♫
ㅤㅤ
Demetria: Me solte! – Exigiu, imediatamente, se sentando e recolhendo a perna. Joseph ergueu uma sobrancelha.

Joseph: Você é absurda, Ma Belle. – Comentou.

Demetria: Não faz isso. Nunca mais. – Ordenou, tirando as pernas do alcance dele.

Joseph: Você parecia gostar. – Disse, um sorriso brotando em seus lábios – Quero dizer, até gemeu pra mim. – Ele viu ela corar, e sorriu, se inclinando sobre ela. – Parecia uma gata, manhosa, ao receber carinho. – Disse, e beijou a maçã do rosto dela. Demetria prendeu a respiração. O perfume dele nublou os sentidos dela por um instante, instante no qual ela se deixou beijar. – Sente falta, Ma Belle. – Sussurrou, mordendo a orelha dela. Demetria prosseguiu quieta. Todo seu corpo estava em alerta.

Talvez esteja cercado de um milhão de pessoas,
E eu ainda me sinto sozinho ♫

Ela sentiu a mão forte dele passando sutilmente por cima do linho de sua camisa, erguendo-a do sofá, deixando-a inclinada, tomando seu corpo. Ela viu Joseph respirar fundo pela boca. Ele estava se controlando. Um passo em falso e já era. Ele mordeu o queixo dela, esmagando o pequeno corpo dela contra o seu, vendo-a meio entregue. Então encontrou os lábios dela, e quem prendeu a respiração foi ela. O golpe foi cruel. Joseph teve calma, selou os lábios com os dela, depois prendeu o lábio inferior dela entre os seus. Achando a guerra ganha, ia invadir a boca dela com sua língua, até que... o telefone tocou. Aquilo pareceu despertar Demetria. Ela arregalou os olhos novamente e empurrou ele com as duas mãos, e ele saiu dali. Apanhou o telefone, e atendeu-o. Demetria se recompôs, irada por ele sequer ter tentado, então ele voltou. Antes que ela o acusasse, ele falou.

Joseph: Não vou dormir aqui hoje. – Disse, guardando o celular no bolso da calça.

Demetria: Ótimo. – Disse, irritada – Não volte. – Disse, cruzando os braços.

Eu só quero ir pra casa
Sinto sua falta, você sabe ♫

Joseph: Ah, volto sim. Só preciso resolver umas coisas esta noite, você sabe, estive fora do país por muito tempo. Mas logo estarei aqui. – Ele se aproximou dela, pegando seu braço. Demetria cerrou os braços. Ele baixou o rosto e falou, perto de seu ouvido – E continuaremos do ponto onde paramos. – Demetria rosnou – Durma bem, Ma Belle. – Desejou, beijando a testa dela.

E então ele saiu. Demetria gemeu consigo mesma, um gemido choroso, e se afundou no sofá, com as mãos no rosto, querendo sumir. Deus, por que?


Proximo capitulo...

5 comentários:

  1. Morrendo aqui!
    Você TEM que postar logo, vou chorar!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Morri talvez? Sim eu morri!!! Posta mais por favor
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir