Historias

terça-feira, 30 de abril de 2013

Sr. Playboy - Capitulo 25


Dani fez uma pequena careta.
Ora, acredita mesmo que esse é meu estilo habitual? Pois posso lhe garantir que não é.
Deixe-me adivinhar — Demi falou, levando a ponta dos dedos à testa como se estivesse mentalizando algo. — Esse seu visual um tanto assustador é só para irritar Joe, não?
Uma sonora gargalhada escapou dos lábios tingidos de preto.
Claro! Ei, acabo de ter uma idéia. Se importaria se em vez de ir à piscina do clube eu nadasse aqui, na sua?
A abordagem direta pegou Demi de surpresa. Claro que já entendera que aquela era a intenção de Danielle, mas jamais imaginara que ela pudesse ser tão objetiva.
Não é seguro nadar sozinha — tentou dissuadi-la, sem comprometer-se.
Dani olhou em torno de si mais uma vez.
Quem mora aqui com você?
Ninguém. Apenas eu.
Como? Quer dizer que nada sozinha, Demi Lovato? Demi a fitou boquiaberta.
Pode parar, mocinha. Sei muito bem aonde quer chegar e a resposta é "não". Não permito que ninguém nade em minha piscina, a menos que eu esteja em casa.
Creio que você está em casa agora — Dani argumentou e riu outra vez.
Pequena trapaceira!. Demi pensou, e, ainda tentando desencorajá-la, acrescentou:
Não conheço seu pai, Dani. Por isso, duvido que ele a deixaria nadar em minha casa.
Tenho certeza de que Joe deixará se você for até lá e se apresentar.
De jeito nenhum! — protestou, lembrando-se do que dissera a Joe sobre cada um ficar do seu lado da rua.
No entanto, antes que pudesse impedir, Dani já tinha levantado e saía correndo pelo portão lateral, ao mesmo tempo em que gritava:
Vou dizer a Joe que você virá!
— Espere! — Demi pediu. — Você esqueceu Kiwi!
Mas era tarde demais, porque o portão foi fechado e Danielle Jonas desapareceu tão repentinamente quanto tinha surgido, alguns minutos antes.

Joe estava em pânico desde o momento em que percebera que Danielle e o estranho cãozinho haviam sumido. Decidira deixá-la dormir até as nove no domingo de manhã, por imaginar que deveria estar exausta depois das longas horas de vôo de Los Angeles até ali. Assim, foi só após ter preparado o café da manhã e subir para acordá-la que se dera conta de que os dois novos membros da família não estavam em casa.
Assustado, voltou rapidamente ao andar inferior e estava prestes a pegar o telefone para pedir ajuda quando a porta da frente foi aberta e Danielle entrou como um furacão. Ela ainda tentou driblá-lo, mas Joe a segurou pelo braço, obrigando-a a parar.
Onde esteve Danielle?
Por um instante, ela o fitou com expressão desafiadora, depois pareceu mudar de idéia.
Só fui levar Kiwi para dar uma volta.
Kiwi? — Joe repetiu, então, pensou um pouco e percebeu do que Dani estava falando. — Ah, claro, seu cãozinho, o nome até que combina com ele. Seu amigo parece uma frutinha amarronMiley.
Não parece não!
Joe riu.
Parecendo uma fruta ou não, acha que é seguro deixá-lo sozinho lá fora?
Kiwi não está sozinho! — exclamou. — Deixei-o com uma nova amiga que acabei de conhecer. E se me deixar passar, vou pegar meu biquíni para nadar um pouco.
Joe olhou para o relógio de pulso.
Lamento, mas acho que a piscina do clube do condomínio só abre depois do meio-dia, querida.
Ela o fitou exasperada.
Eu não disse que ia à piscina do clube. Minha nova amiga tem a sua própria piscina.
E será que posso perguntar quem é essa sua nova amiga?
Suspirando, Danielle livrou-se da mão que a prendia e correu para a escada.
Você logo verá — falou, antes de desaparecer.
Lamento, mas acho que a nova amiga a quem ela se refere sou eu — disse uma voz, vinda da porta da frente, que fora deixada entreaberta.
Joe virou-se no mesmo instante e o que viu o deixou aturdido. Demi estava parada no hall de entrada, carregando o cãozinho com aparência de fruta em um dos braços.
Sem entender o que lhe dera, ele deu uma sonora gargalhada.
Ah, será que foi você que certa vez me disse que crianças e cães a odiavam? — caçoou.
— Acredite-me — Demi começou a dizer, cruzando o espaço que os separava —, ninguém está mais surpreso do que eu com o que está acontecendo. Ao que parece, Kiwi foi até minha casa atraído pelo aroma de meus pãezinhos de canela. Dani, por sua vez, foi atrás dele e, antes que eu me desse conta do que estava, acontecendo, os dois decidiram que gostavam de mim. — Suspirando, curvou-se para colocar Kiwi no chão.
Joe não resistiu à tentação de provocá-la um pouco mais.

Meninas vocês merecem !!!! Beijos até amanhã !!!

3 comentários:

  1. aaa pooosta poosta lindo demais <333

    ResponderExcluir
  2. Por Que Vc Nao Ta Postando no outro Blog Seu Jemi_Nelena?? POR FAVOR ME RESPONDE. BJS e posta logo rsrs

    ResponderExcluir
  3. Menina q fic pfta! Nao comentei os outros pq vc ja tinha postadoe eu comecei a ler hj.... Mas vc tem o dom! Amaaando! Posta logo!

    ResponderExcluir